Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ter Menos Ser Mais

Encontre nas coisas simples a liberdade, a felicidade e a intencionalidade da vida

Ter Menos Ser Mais

Encontre nas coisas simples a liberdade, a felicidade e a intencionalidade da vida

Documentário - A plastic Ocean

oceanos-de-plastico_80164032.jpg

Sabem aqueles documentários poderosos que são capazes de efetuar em nós mudanças? A plastic Ocean é um deles. Mostra uma realidade da qual, muitos de nós, não temos a mínima noção e que é profundamente chocante! 

 

O nosso uso irracional do plástico esta pura e simplesmente a destruir os oceanos e claro a destruir a nós próprios. Afinal de contas não somos apenas visitantes deste planeta, também vivemos nele e não temos outro para onde ir quando terminarmos de destruir este.

 

Senti-me envergonhada por ver o que a nossa espécie, dita inteligente e racional, faz com todas as outras e com o planeta. Mais uma vez, os países mais pobres são aqueles que mais sofrem com os excessos dos países ricos, mas no fim de contas todos somos castigados com o aumento alarmante de enfermidades.

 

Fiquei com uma certeza, é urgente diminuir o nosso consumo de plásticos! Neste momento procuro estratégias para conseguir essa diminuição e estou a aceitar ideias e conselhos.

 

Deixo o link do Trailer PLASTIC OCEAN

 

Posts relacionados:

Sacos plásticos - 25 minutos nas nossas mãos, 400 anos no nosso planeta

The true cost

 

 

 

Livro "Menos é mais"

livro-ensina-a-viver-com-menos.jpg

 

Francine Jay a autora do livro, quando jovem, juntamente com o seu marido mudava de casa uma vez por ano. Inicialmente todos os seus pertences cabiam no porta-bagagens do carro. Mas com o tempo foi necessário alugar carrinhas de mudanças cada vez maiores. Foi aqui que Francine percebeu que as suas coisas estavam a complicar a sua necessidade de mobilidade.

 

A autora começou a querer viver mais as experiências e menos as suas coisas. Por outro lado, para ela o consumo deixou de ser sinónimo de felicidade e conduzia-a apenas a uma vida mais sobrecarregada tanto de coisas como de trabalho para as adquirir como para as manter. Todo este trabalho para coisas que a curto ou médio prazo se tornariam lixo e consumiram os recursos naturais do planeta.

 

Este livro é “Um Guia Minimalista Para Organizar e Simplificar a Sua Vida”. A autora, não só fala, da filosofia minimalista,  como explica cada um dos 10 passos para a organização e simplificação das nossas casas e também do minimalismo como estilo de vida.

 

Sem dúvida, um livro para ter na cabeceira neste ano 2017.

Documentário - Happy

Durante muitos anos os estudos concentraram-se na doença, na depressão e na busca da sua cura. Hoje existe uma maior procura noutro sentido, no estudo do que nos faz feliz, no que afinal é a felicidade

 

image.jpg

 

Qualquer que sejam os nossos projetos de vida todos eles tem o fim de alcançar a felicidade. Contudo essa busca, parece-nos muitas vezes demasiado difícil 

 

O documentário "Happy" produzido por Roko Belic inspira-nos a procurar aquilo que nos faz feliz, a olhar a nossa volta e a nos questionarmos. Durante seis anos o produtor viajou pelo mundo onde conversou com diversas pessoas e tentou encontrar algumas respostas a perguntas tais como: Como ser feliz? Como nos mantermos felizes? O que significa para cada um ser feliz?

 

Segundo os estudo 40% da nossa felicidade depende de nós, das nossas escolhas perante a vida ou do nosso comportamento. Aqui percebemos que muito desse caminho está ao nosso alcance.

 

Mas, muitas vezes, acreditamos que a felicidade esta diretamente relacionada com os bens materiais ou com a riqueza.  "Happy" mostra que apesar de em determinados países a sua população ser atualmente mais rica que à 50 anos atrás os seus níveis de felicidade têm se mantido iguais. Países comparativamente mais pobres que outros apresentam, contrariamente aquilo que poderíamos pensar, níveis de felicidade superiores

 

Rapidamente percebemos, um lugar comum nos testemunhos do documentário, a felicidade está nas pequenas coisas, nos pormenores e na simplicidade.

 

É um documentário a ser visto, permite-nos analisar o nosso próprio conceito de felicidade e inspira-nos através dos testemunhos captados em todo o mundo

(Disponível em Netflix).

 

The true cost

Hoje em dia estejamos a adquirir 400 vezes mais roupa do que há 20 anos atrás. Já se perguntou porquê? Para entender este aumento no consumo de roupa temos que decifrar o conceito de fast fashion.

 

social_facebook_post_large.jpg

Fonte: truecostmovie

Antes existiam duas épocas por ano, Primavera/Verão e Outono/Inverno. Corríamos para as lojas para ver as novidades da nova estação a cada 6 meses. Hoje em dia existem dezenas de micros épocas por ano. Isto faz com que exista uma rápida alteração das tendências(fast fashion), promovendo um maior consumo

 

Muitas vezes aqueles bens que realmente precisamos são demasiados caros mas temos a consolação de poder adquirir uma peça de roupa nova todas as semanas. conseguimos fazê-lo porque os preços praticados são bastante baixos não representando, muitas vezes, o verdadeiro custo de produção e transporte.

 

A questão é como conseguem exercer estes preços baixos? Quem esta a pagar o verdadeiro preço? Em particular estão os trabalhadores destas fábricas que recebem, em média, 3€ por dia e em geral todos nós porque a industria da moda é a segunda mais poluidora do mundo.

 

Estamos a gastar dinheiro que não temos, para comprar coisas que não nos fazem falta. Tentamos obter no consumo uma forma de conforto, de bem-estar e felicidade. Mas nada disto se confirma a longo prazo. É verdade que pode sentir um grande entusiasmo após comprar algo mas, rapidamente, a felicidade esperada não é alcançada.

 

Caso pretendam saber mais sobre este assunto vejam o documentário “The true cost” disponível na Netflix