Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ter Menos Ser Mais

Encontre nas coisas simples a liberdade, a felicidade e a intencionalidade da vida

Ter Menos Ser Mais

Encontre nas coisas simples a liberdade, a felicidade e a intencionalidade da vida

Estilo Minimalista

07.02.17, Vânia Carranca
Ao pensarmos num estilo de moda minimalista pensamos em peças lisas de corte direito, brancas, pretas, cinza, beje e em azul escuro. Peças sem qualquer padrão e poucos acessórios sendo estes de design muito simples.  Bem, eu considero que tenho um modo de vestir minimalista contudo não se enquadra totalmente na descrição. Não acho que tenhamos que nos limitar em relação as cores que usamos e ao corte da roupa. O mais importante é que nos fique bem e que vejamos a nossa roupa (...)

Seres sociais / Redes sociais

05.02.17, Vânia Carranca
Aquilo que nos define como cidadãos deste mundo passa por ter um documento identificativo, como o Cartão de Cidadão, no caso do nosso país. Mas no moderno século XXI não é apenas isto, é fundamental para a nossa existência fazermos parte de uma ou várias redes sociais.  Chegamos a um determinado ponto em que a vida online é mais importante que a vida offline, passamos mais tempo a falar da nossa vida nas redes sociais do que realmente a vive-la. Vidas perfeitas, em torno de (...)

Destralhar

14.01.17, Vânia Carranca
Este é para mim o primeiro passo a dar no sentido do minimalismo e de uma vida mais simples. Podemos destralhar tudo na nossa vida, as nossas rotinas, as nossas relações, os nossos compromissos , a nossa casa... Para mim a casa foi o ponto de partida e depois tudo o resto acabou por vir com naturalidade.Ao destralhar, separe as coisas que já não pretende que façam parte da sua casa minimalista em 3 grupos: Para ir fora - Coloque todos os objetos partidos, danificados, rasgados ou (...)

Fazer da nossa familia minimalista

13.01.17, Vânia Carranca
Decidimos seguir uma vida mais simples, longe da acumulação de bens desnecessários, num ambiente mais organizado e abandonar os nossos hábitos consumistas. Agora só falta que a aqueles que mais amamos e com quem partilhamos a nossa vida e a nossa casa não remem em sentido oposto. Mas nem sempre isso é fácil.  Também não queremos ser os maluquinhos/as da organização, obrigando os nossos familiares a terem as suas roupas guardadas por cores e ordem cronológica de aquisição. (...)

A dificuldade do desapego

31.12.16, Vânia Carranca
Ao longo deste meu percurso em busca da simplicidade, uma das coisas que se tem mostrado mais difícil é praticar o desapego. Não consigo identificar exatamente aquilo que me fez, em tempos, apegar a determinados objetos mas tenho encontrado formas de tornar esta tarefa mais fácil. Tenho, por isso, andando mais atenta e em conversas com amigos e familiares ouvi muitas histórias de apego e desapego.  A prenda de casamentoUm lindíssimo e enorme faqueiro com banho de prata oferecido (...)

Balanço - 2016 Minimalista

30.12.16, Vânia Carranca
Por estes dias em que o 2016 está prestes a terminar, inevitavelmente fazemos um balanço do que se passou. Enche-mo-nos de esperança de que o novo ano seja melhor e fazemos promessas sobre todas os pontos onde queremos fazer diferente, onde queremos fazer melhor! Sem ter planeado, este ano foi um ano de uma grande mudança para mim. Decidi ter uma vida mais simples, uma vida com mais intencionalidade. Retirei o meu foco das coisas e coloquei-o nos momentos, nas pessoas importantes, nas experiênci (...)

Viver com um minimalista

28.12.16, Vânia Carranca
Depois de iniciar esta minha jornada no minimalismo percebi que há anos vivia com um minimalista, o meu marido. Ele insiste sempre para não colocar mais coisas em cima dos móveis, prefere objetos com corte direito e monocromático (veja como ter uma casa minimalista AQUI).  Antes de comprar algo pesquisa bastante, compara preços, qualidade, funções, mais valias e consegue adquirir o melhor (...)

Os minimalistas não se preocupam com...

18.12.16, Vânia Carranca
Seguir o minimalismo permite-nos retirar dos nossos, atarefados dias, algumas preocupações. Não acredita? Então veja:  1 – A opinião dos outrosAbraçar uma filosofia minimalista nos dias que correm é como seguir em sentido oposto. Preocupamo-nos muito sobre o que os outros pensam de nós, daquilo que vestimos, da casa onde moramos ou aquilo que fazemos. A verdade é que fazemos melhores escolhas quando deixamos de nos preocupar com o que os outros podem, ou não, pensar de nós. 

Ter MAIS Ser MENOS

05.12.16, Vânia Carranca
Consumo consiste em comprar aquilo que é essencial, necessário para as nossas vidas. O consumismo é o gasto excessivo em bens que não nos fazem, de todo, falta. Todos os dias somos bombardeados por publicidades que transmitem a ideia de que a aquisição de bens nos vai fazer sentir bem! Que vamos ser mais felizes, mais amados e valorizados pelos (...)

Desafio dos 31 dias

30.11.16, Vânia Carranca
Muitas vezes passamos o mês de dezembro a prometer a nós mesmos aquilo que vamos mudar para o novo ano. E se em vez disso, começarmos já? Se cada dia deste mês fizermos uma pequena mudança? É esta a minha proposta. Todos os dias fazer uma mudança, um gesto para simplificar o nosso dia, a nossa vida ou a nossa casa? Que dizem, vamos a isto? Aqui (...)