Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ter Menos Ser Mais

Encontre nas coisas simples a liberdade, a felicidade e a intencionalidade da vida

Ter Menos Ser Mais

Encontre nas coisas simples a liberdade, a felicidade e a intencionalidade da vida

Qua | 18.12.19

Diz-me o teu asana favorito e dir-te-ei que és!

Decifrando a sua personalidade

Vânia

people-2557539_1920.jpg

É possível decifrar a personalidade de uma pessoa através do seu asana favorito? Até determinado ponto sim! Repare, o seu corpo e a forma como o coloca reflete muito da sua forma de estar e de enfrentar a vida, não fosse o binário mente/corpo algo indissociável e interdepende.
 
De um modo geral a falta de flexibilidade para além de uma questão física também é associada a resistência as mudanças. Pessoas mais flexíveis na vida e mentalmente são, também elas, geralmente mais flexíveis no tapete. Posturas que exigem acima de tudo flexibilidade, são muito apreciadas por este grupo de pessoas que conseguem, facilmente, relaxar na permanência destes asana.
 

people-2557458_1920.jpg

 
Os mais confiantes gostam de arriscar nas posturas de equilíbrio (Garudasana, imagem em cima). Estas representam um desafio para o qual os praticantes tem a confiança suficiente para enfrentar.
 
Pessoas tendencialmente mais tímidas sente-se confortáveis na realização de asana onde se curva o tronco à frente. Sabemos que indivíduos tímidos tem tendência a se fecharem e por isso curvam as costas para a frente e rodam os ombros para dentro numa tentativa de passarem despercebidos. As flexões à frente (Upavistha Konasana, imagem em baixo) representam uma zona de conforto para os mais discretos.
 
 

people-2557540_1920.jpg

 
A zona abdominal está relaciona com a autoestima, tonificar esta zona, para além do óbvio efeito estético ajuda-nos a trabalhar a autoconfiança. Posturas que fortaleçam a zona abdominal (Chaturanga Dandasana, prancha com braços fletidos) são umas das favoritas das pessoas emocionalmente mais fortes.
 
Os extrovertidos e mais desinibidos tendem a apreciar as posturas onde se promove a abertura da caixa torácica (Bhujangasana, imagem em baixo). Estes praticantes tem naturalmente uma forma de estar mais confiante contrariamente aos praticantes mais tímidos e as posturas de abertura de peito demonstram a sua extroversão e autoestima mais elevadas.
 

people-2557545_1920.jpg

Da mesma forma, pessoas confiantes, arriscam mais ao tentar posturas com maior grau de desafio e gostam de tentar asana novos e diferentes e é, por estes praticantes, que as posturas invertidas (sobre a cabeça/ sobre os ombros) são as mais ansiadas. Ao passo que outros praticantes se sentem mais seguros na realização de posturas mais simples das quais já conhecem os alinhamentos e registem um pouco aos novos desafios, preferindo por exemplo as posturas sentados onde têm uma maior estabilidade e controlo.
 
Pessoas muito professionistas tendem a se frustrar muito mais rapidamente quando não alcançam à primeira a execução de um asana enquanto que outras mais descontraídas tende a rir da sua falta de jeito.
 
O seu asana favorito pode não o vai acompanhar para o resto da vida, até porque a sua forma de estar também vai variando. Enquanto que hoje prefere uma postura onde curva o tronco à frente amanhã já sentirá melhor numa postura do Guerreiro.
 
Outro ponto que também quero reforçar e que considero ser muito importante é que o facto de se sentir melhor na realização de determinada postura não significa que não deva de trabalhar a execução de outros asana. Até porque estes asana podem ajudar a melhorar determinados aspectos da sua personalidade como a flexibilidade, a autoestima ou a confiança.
 
E neste momento da sua vida, qual é a sua postura favorita?
 
Namastê!

7 comentários

Comentar post