Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ter Menos Ser Mais

Encontre nas coisas simples a liberdade, a felicidade e a intencionalidade da vida

Ter Menos Ser Mais

Encontre nas coisas simples a liberdade, a felicidade e a intencionalidade da vida

Seg | 27.01.20

4 Práticas holisticas para uma boa noite de sono

Vânia

break-1736072.jpg

Segundo a Medicina Ayurvédica ter uma noite inteira de sono regenerador esta associado a uma maior longevidade. Um sono reparador é indispensável para a sua saúde física e mental. Mas, segundo o serviço nacional de saúde (SNS), estima-se que em Portugal 28% da população sofre de insónias pelo menos 3 noites por semana.

 
Sabemos intuitivamente que determinados hábitos ou acções carregam consigo o potencial de melhorar ou piorar a nossa noite de sono! Fazer refeições leves aos jantar, evitar estar exposto/a a luz dos ecrãs (este hábito foi difícil de deixar), dar preferência a bebidas calmantes evitando as que contêm cafeína, tomar um banho quente ou fazer exercício físico são algumas delas.
 
Vou lhe dar mais algumas dicas simples que me ajudaram a melhorar a facilitar a minha noite de sono!
 
 
Deitar cedo e cedo erguer...

alarm-clock-2175382.jpg

Tomando como base a Medicina Ayurvédica o período entre as 21h30 e as 22h30 é o indicado para nos deitar-mos. Não só devemos deitar-nos cedo para conseguir-mos despertar cedo no dia seguinte como este é o horário em que, naturalmente, desacelera-mos e por isso temos a possibilidade de entrar num sono mais profundo, relaxante e regenerador.

 
Já me aconteceu algumas vezes estar perdida de sono ao inicio da noite e a determinada altura e quando finalmente decido ir para a cama, como que por magia, o sono vai embora e fico desperta novamente. Segundo a medicina Milenar Indiana se nos deitarmos muito após as 22h00 entramos num outro período da noite que se caracteriza por este mesmo fenómeno, a reativação da nossa energia.
 
 
 
Óleos (são) essenciais para uma boa noite de sono...

Imagem de Anke Sundermeier por Pixabay

Os óleos essenciais tem o poder de despertar em nós variados estados de espírito. Para dormir eu elejo, sem dúvida, o óleo de Lavanda pois considero que é extremamente poderoso, tem efeito calmante que promove o relaxamento e consequentemente o sono. O cheiro é suave e agradável e por isso dá aquele primeiro embalo no inicio da noite.

 
Pode colocar uma gota do óleo em um disco de algodão ao pé da sua almofada ou usar um difusor (na foto em cima). Para mim prefiro o difusor se estiver em casa, tem a vantagem de difundir um aroma leve na atmosfera circundante através da evaporação a frio. Tem, também, a vantagem de se desligar sozinho e portanto não preciso interromper o meu sono para o desligar.
 
 
 
O Yoga também ajuda a relaxar...

Cama_Portobello.jpg

Claro que também teria de usar o Yoga para me ajudar a dormir, não fosse ele parte importante da minha vida. Quando já estou na cama coloco-me de barriga para cima em posição de savasana (pernas estivadas e pés ligeiramente afastados, braços também ligeiramente afastados do corpo e palmas das mãos viradas para cima, feche os olhos).

 
Começo por apertar os dedos dos pés fazendo força por alguns segundos e de seguida solto, aperto agora o músculo da barriga das pernas por mais alguns segundos e solto, passo de seguida para as coxas, aperto e solto. Continuo a percorrer todo o corpo à medida que vou soltando os músculos após uma contracção suave. Com esta técnica ajudo o meu corpo a relaxar lentamente e a mente vai tranquilizando também. Retiro algumas tensões acumuladas e preparo-me para dormir mais facilmente.
 
 
Respirar para adormecer...

girl-1245773_1920.jpg

Outras téncias do Yoga que por vezes aplico e são também muito eficazes são os Pranayama (exercícios respiratórios) ajudam-me, também, a relaxar e a retirar a minha atenção daquilo que me possa estar a preocupar e a tirar o sono. Ao colocar toda a minha atenção na respiração controlando-a, o meu sistema nervoso reequilibra e acalma.

Inspiro pelo nariz contando mentalmente até 4 (4 segundos). Sustenho a respiração por 7 tempos/segundos (kumbhaka) e com os lábios ligeiramente afastados expiro pela boca durante 8 tempos/segundos, contado mentalmente e produzindo um som semelhante a "OH". Repito o exercício as vezes que forem confortáveis devendo fazer uma pausa a cada 4 ciclos respiratórios.
 
Tem dificuldades em adormecer, experimente algumas destas técnicas e veja se resultam consigo! Comigo funcionam!
 
Namâste!
 

2 comentários

Comentar post